+55 (51) 3377 6896 contato@kinetec.com.br

A marcha toe walker é caracterizada por crianças que andam na ponta dos pés, explica a Ortopedista Pediátrica Carolina Panizzon Santini. Ainda, ela comenta que é comum atender casos com esses comportamentos.

No entanto, segundo a ortopedista, ainda não se sabe exatamente qual é a causa disso, mas, muitas vezes, os casos tem relação com o autismo. Além disso, pode ser causado por alguma paralisia cerebral.

Carolina comenta que às vezes a criança é saudável, porém ela caminha na ponta dos pés e é nessas horas que a análise tridimensional da marcha tem um papel importantíssimo. 

A análise da marcha é realizada para diferenciar esses casos, nos quais a criança caminha na ponta dos pés de maneira idiopática. Por isso, quando é realizada a análise de marcha, é possível perceber essas diferenças através dos padrões de marcha.

Os padrões de marcha podem apresentar algumas alterações nos gráficos, principalmente no flexo do joelho. Esses casos não vão ter relação com a criança que apresenta apenas o toe walker. 

A ortopedista ressalta que tudo tem que ser avaliado globalmente, pois muitas vezes a criança vai caminhar na ponta dos pés apenas por estar em fase de desenvolvimento, e por isso ainda estará aprendendo a caminhar. Sendo assim, a criança pode estar caminhando na ponta dos pés, pois ainda está descobrindo qual é o seu centro de gravidade. 

A marcha faz parte do processo evolutivo de amadurecimento do sistema nervoso da criança. Dessa forma, é importante que isso seja bem avaliado. 

Carolina conclui que há vários fatores que podem influenciar na análise de marcha da criança e no seu resultado, inclusive a idade da criança e o histórico pré-natal e pós-natal. É importante também realizar uma avaliação psicológica para se certificar de que isso não tem relação com outras patologias.