+55 (51) 3377 6896 contato@kinetec.com.br

Segundo Ana Karine, Fisioterapeuta do Centro de Bem-Estar Vitta, todos os corredores podem realizar uma variedade de educativos de corrida, pois isso vai ajudar a desenvolver melhor a sua técnica de corrida. Porém, de acordo com a avaliação de cada atleta, vão existir alguns exercícios mais específicos para cada limitação.

É importante destacar que por exemplo, se o atleta tem limitação de mobilidade de tornozelo, além de fraqueza muscular, não é correto colocar um educativo de corrida que trabalhe um pouco mais de explosão, pois isso vai exigir mais controle dessa musculatura. 

Ana Karine explica que sem um trabalho prévio, com o intuito de melhorar a articulação de forma isolada, esse educativo de corrida também não vai ser tão eficiente. Além disso, pode ser que ele gere uma lesão, em função dessa limitação. 

Conforme a fisioterapeuta, o exercício educativo tem a função de desenvolver melhor a técnica de corrida, porém se não for feito corretamente pode acabar gerando uma lesão em função disso. 

Por isso, a avaliação do atleta se torna muito importante, pois deve-se analisar o indivíduo como um todo e olhar cada aspecto que ele está trazendo. Com essa avaliação é possível saber o que é mais adequado para cada atleta, respeitando a individualidade e o limite de cada um. 

Em relação ao educativo de corrida, Ana Karine ressalta que é muito importante ver se o corpo deste atleta tem condições de executar essa tarefa naquele determinado momento, pois muitas vezes ele não vai ter condição. 

Quando o atleta não tem condições para realizar tal educativo, deve-se fazer um trabalho mais primário, como uma mobilização ou um reforço muscular mais isolado para depois colocar esse movimento em um conjunto.

Além disso, a fisioterapeuta destaca as questões neurais para executar determinada tarefa. Há casos de atletas que não apresentam condições neurais para tal execução, pois não tem o entendimento do movimento ou a maneira como ele aprendeu a executar essa tarefa não é adequada. 

Por isso, é necessário fazer uma reprogramação de algum gesto específico para depois transformar isso em um gesto global. Sendo assim, pensando no melhor resultado e cuidado do paciente, os educativos de corrida não servem para qualquer corredor.