+55 (51) 3377 6896 contato@kinetec.com.br

Conforme o professor e biomecanicista Guilherme Brodt, há alguns testes simples de serem realizados e que trazem informações relevantes para a avaliação de atletas.

Estes testes são chamados de testes funcionais, que, ultimamente, estão ganhando mais evidência.

Há dois deles que são bem úteis, e são considerados testes simples. Um deles é o chamado Hope Test. Ele é um teste de salto unipodal, por isso ao invés de avaliar só o equilíbrio unipodal, ele também é utilizado para realizar salto unipodal, além de medir a distância e a qualidade do movimento executado. Ele inclui o salto simples, triplo e o zigue-zague. Ainda, é considerado um teste bem simples de ser realizado.

O outro é o FMS, que é um protocolo comercial que surgiu recentemente. Com ele é possível realizar uma avaliação simples e global. No entanto, é necessário um pouco de treino, pois há um questionário e algumas observações qualitativas referentes à qualidade do movimento, ou seja, são aspectos mais subjetivos durante a avaliação, mas que também trazem informações bem relevantes. Alguns outros aspectos, como a consciência articular, ou seja, saber onde está a articulação, também tem sido avaliado.

Porém, apenas algumas lesões têm mostrado associação com esse tipo de teste. Além disso, o próprio índice de massa corporal, sobrepeso, questões anatômicas, questões de estatura, ângulo articular no raio x, e a idade.

Então, existem aspectos bem antropométricos que também vão apontar para maiores riscos de lesão. Portanto, estes são ótimos testes para avaliação funcional de atletas. São testes muito simples e objetivos que tem poucas chances de dar diferença entre grupos.