+55 (51) 3377 6896 contato@kinetec.com.br

Conforme o Ortopedista Eduardo Ávila, a Fascite Plantar pode ser caracterizada por causar uma dor na região plantar do pé. 

A região plantar do pé é chamada de fáscia plantar, que é uma estrutura fibrosa que recobre a musculatura intrínseca do pé na região plantar, logo abaixo do coxim gorduroso. 

A inserção da fáscia plantar no calcâneo é o ponto de maior tensão mecânica, e é o local onde geralmente começa a lesão, e acaba sendo também o local onde a dor é mais frequente.

Segundo o Doutor, essa região plantar começa a ter microrrupturas na face e isso inicia um processo inflamatório que se cronifica. Este processo inflamatório crônico torna o tecido mais friável, e isso vira um ciclo que se repete. 

Essa lesão está muito relacionada aos encurtamentos de cadeia posterior e de musculatura da panturrilha.

Os principais sintomas da fascite plantar são caracterizados pela dor na região do calcanhar, como por exemplo quando a pessoa levanta da cama de manhã e as primeiras pisadas doem. No entanto, em geral, depois de alguns passos isso alivia.

Ela é uma sequência básica de dor relacionada às atividades esportivas. Inicialmente ela dói depois da prática de atividade física. Após um certo período de tempo, se não for tratada, ela pode passar a doer também durante a atividade, e chega um momento em que ela dói o tempo inteiro.

Porém, nos casos iniciais o paciente tem dor geralmente depois da corrida, e no dia seguinte ele pode levantar da cama mais dolorido. 

Segundo Eduardo, há casos que essa dor passa rapidamente, no entanto, também pode acontecer de isso demorar semanas ou até meses, ao mesmo tempo que o grau evolui, até que se torne algo mais limitante.

Portanto, é importante que a lesão seja tratada assim que se notar a presença da dor. Deve-se procurar um profissional capacitado para auxiliar no tratamento ideal.