+55 (51) 3377 6896 contato@kinetec.com.br

Cinética é um termo que pode ser definido como o estudo que trata das forças que ocorrem no interior do nosso corpo e a força de reação do solo que ocorre em resposta à interação do nosso corpo com o solo. 

Conforme o Doutor e Biomecanicista Guilherme Brodt, em relação a avaliação do padrão de pisada em antepé e em retropé, a corrida em antepé tende a diminuir as forças de contato em até 10%.

As forças de contato são as forças internas do nosso corpo. Dessa forma, não ocorre apenas uma diminuição do lado de fora, mas também do interior do nosso corpo, que responde a isso com a diminuição dos impactos internos nas articulações. 

Pode-se associar a questão da avaliação do padrão de pisada com a cadência. A cadência também diminui essas forças de contato internas ao corpo quando há um aumento da cadência. Atletas que apresentam a cadência até 15% maiores que os outros têm redução de até 10% dessas forças de contato internas ao corpo. 

Segundo Guilherme, não se recomendam alterações de padrão de pisada em atletas que não tenham nenhum déficit ou sintomas de lesão. No entanto, se é apresentado algum desconforto, pode-se utilizar estratégias para evitar isso. 

A primeira estratégia é a cadência, para assim tentar diminuir as forças de contato. A segunda pode ser a mudança do padrão de recrutamento.

No entanto, é importante compreender qual é a ação do tríceps sural durante a corrida. Esse padrão de pisada, no qual o atleta muda de retropé, onde funciona apenas como propulsor, para antepé, onde ele atua tanto como amortecedor quanto propulsor, faz com que ele tenha o dobro de funções para uma mesma musculatura. 

Porém, quando a pessoa muda o padrão, ela acaba utilizando demais a musculatura que não estava preparada. Então, o primeiro ponto é ver a necessidade de um preparo profundo antes de realizar essa mudança de padrão.

Em corredores profissionais é comum observar a utilização voluntária do padrão de pisada. Isso acontece, pois os atletas selecionam o padrão da pisada que eles conseguem utilizar. 

Por isso,  pode-se pensar que o padrão de antepé vai sobrecarregar o tríceps sural, porém o padrão de retropé vai tirar a função do tríceps sural e vai passar para o tibial anterior. 

Portanto, é uma boa estratégia alterar os padrões de pisada durante a corrida. No entanto, para isso é necessário ter um preparo profundo durante a prova, visando trazer um menor desgaste para as minhas musculaturas.